Os processos que moldam as tecnologias, instituições, políticas e padrões na Internet e no ambiente digital estão passando por grandes mudanças, e desafios políticos, técnicos, econômicos e éticos, entre outros, estão surgindo para os quais é essencial desenvolver abordagens multidimensionais que permitam intervenções sistêmicas e profundas.

Estes movimentos estão levando a mudanças nas percepções sobre o futuro do ecossistema da Internet e sua governança, e novos desafios e áreas problemáticas estão surgindo. Para entender o que está em jogo com essas transformações, é essencial abordar os pontos de partida que estruturam os diversos temas da chamada governança da Internet. Em linha com essas necessidades, a quarta edição do Diploma em Governança da Internet (DiGI) inclui aspectos como a evolução técnica do ecossistema digital e o surgimento de tecnologias disruptivas; os realinhamentos entre os atores do ecossistema; a tendência à consolidação; a falta de estruturas globais de cibersegurança; os desafios colocados pelos modelos de negócios baseados em dados para a privacidade; o discurso público e os processos eleitorais; e os critérios para o desenvolvimento da Inteligência Artificial, entre outros.

A combinação de estruturas técnicas, legais e sócio-econômicas permite a consolidação do conhecimento para desenvolver políticas mais robustas sobre as diferentes questões, para o setor público, o setor privado e a sociedade civil. DiGI é também um espaço de treinamento para aqueles que estão procurando um local de treinamento credenciado sobre um tópico específico no nível de pós-graduação, bem como um local de encontro e fortalecimento de redes pessoais.

Sobre o programa 2020 - 2021

O Diploma em Governança da Internet é um programa focado e regional que aborda os processos que moldam as tecnologias, instituições, políticas e padrões na Internet e no ambiente digital. Como estes estão passando por grandes mudanças, surgem desafios políticos, técnicos, econômicos e éticos, entre outros, para os quais é essencial desenvolver abordagens multidimensionais que permitam intervenções sistêmicas e profundas.

  • Quem participa deste programa?

Os estudantes da DiGI trabalham em vários campos das organizações públicas, privadas, acadêmicas e da sociedade civil nacional e internacional.

  • Por que eu deveria participar?

DiGI é um espaço para aqueles que estão procurando um lugar credenciado para treinamento de pós-graduação, bem como um lugar para conhecer e fortalecer redes pessoais. DiGI incentiva a interação com pares de outras nacionalidades, organizações e setores. Ao mesmo tempo, incentiva um diálogo com professores e especialistas nacionais e internacionais de universidades e organizações de prestígio sobre questões de governança da Internet. O formato concentrado frente a frente gera uma forte comunidade e os vínculos entre graduados e expositores são mantidos.

  • Quem o organiza?

O DiGI é organizado pelo Centro de Estudos em Tecnologia e Sociedade (CETyS) da Universidade de San Andrés (UdeSA). Nesta edição, teremos também a participação do Centro Latam Digital.

DIRETOR
Carolina Aguerre

DATA DE INÍCIO

Setembro de 2020

Mais informações: cetys@udesa.edu.ar

Custo total

USD 950

(inclui a estadia completa do estágio presencial no Hotel de Luz em Tepoztlán, México, entre 25 e 30 de julho com hospedagem e refeições).

Data limite para o registro

21 de agosto de 2020

Mais informações: cetys@udesa.edu.ar

Bolsas

O programa tem um número limitado de bolsas de estudo ou de hospedagem disponíveis. Para mais informações sobre as bolsas de estudo, escreva para cetys@udesa.edu.ar

Objetivos

  • Compreender os fundamentos da governança da Internet em seus aspectos técnicos e institucionais.
  • Desenvolver habilidades analíticas dos impactos legais e socioeconômicos na expansão da Internet.
  • Analisar as relações das tecnologias emergentes, tais como IA, IOT e Blockchain e seu impacto na governança da Internet.
  • Criar capacidade para participar mais efetivamente dos processos nacionais, regionais e internacionais relacionados à governança da Internet.

Requisitos

  • Diploma universitário em qualquer disciplina.
  • Disponibilidade para estudar o programa tanto na modalidade on-line como presencial.
  • O certificado de participação é entregue aos participantes que concluem o curso inteiro.
  • Uma monografia final deve ser apresentada a fim de obter o diploma.

Qual é o formato do curso?

O diploma é dividido em duas etapas, uma presencial e uma virtual, que acontecerá entre 2020 e 2021.

ESTÁGIO VIRTUAL (2020 – 2021)

A etapa virtual de 62 horas começa em 1º de setembro de 2020, com uma pausa entre dezembro e fevereiro. Para completar esta etapa, as seguintes sessões devem ser realizadas:

  1. Dois cursos de fundação: a. fundamentos da Internet e b. três camadas da abordagem institucional da governança da Internet. Os cursos contam com um campus virtual de palestras, recursos audiovisuais, exercícios, testes e aulas sincrônicas.
  2. Aulas mestras virtuais em tecnologias emergentes e seus vínculos com a governança da Internet.
  3. Oficinas eletivas
    Aspectos Legais / Economia e Desenvolvimento Digital / Governança da Segurança Cibernética.

ESTÁGIO DE ATENDIMENTO (2021)

Uma vez terminadas as sessões virtuais, o Diploma culminará com uma etapa presencial de 40 horas, de 26 a 30 de julho de 2021. As reuniões têm como objetivo integrar os conceitos e problemas adquiridos na primeira parte do curso através de diferentes dinâmicas participativas entre alunos e professores e especialistas.

As reuniões são realizadas no Hotel de Luz em Tepoztlán, México. As despesas das reuniões estão incluídas no custo total do programa.

A organização do evento e a localização do hotel na periferia da Cidade do México incluem medidas de prevenção da COVID-19.

ESTÁGIO VIRTUAL (2020 – 2021)

A etapa virtual de 62 horas começa em 1º de setembro de 2020, com uma pausa entre dezembro e fevereiro. Para completar esta etapa, as seguintes sessões devem ser realizadas:

  1. Dois cursos de fundação: a. fundamentos da Internet e b. três camadas da abordagem institucional da governança da Internet. Os cursos contam com um campus virtual de palestras, recursos audiovisuais, exercícios, testes e aulas sincrônicas.
  2. Aulas mestras virtuais em tecnologias emergentes e seus vínculos com a governança da Internet.
  3. Oficinas eletivas
    Aspectos Legais / Economia e Desenvolvimento Digital / Governança da Segurança Cibernética.

ESTÁGIO DE ATENDIMENTO (2021)

Uma vez terminadas as sessões virtuais, o Diploma culminará com uma etapa presencial de 40 horas, de 26 a 30 de julho de 2021. As reuniões têm como objetivo integrar os conceitos e problemas adquiridos na primeira parte do curso através de diferentes dinâmicas participativas entre alunos e professores e especialistas.

As reuniões são realizadas no Hotel de Luz em Tepoztlán, México. As despesas das reuniões estão incluídas no custo total do programa.

A organização do evento e a localização do hotel na periferia da Cidade do México incluem medidas de prevenção da COVID-19.

Lugar

Tepoztlán, México

Registro

Consultas

Conferencistas e especialistas convidados

Carolina Aguerre

Diretor da DiGI. Professor e pesquisador em governança da Internet e políticas digitais. Co-Diretor do CETyS na Universidade de San Andrés e Pesquisador Afiliado à UNCCD.

Susan Aaronson

Professor e pesquisador da Universidade George Washington. Centro de Comércio Digital e Governança de Dados. Bolsista Sênior do Centro para Inovação da Governança Internacional (CIGI)

Luca Belli

Professor de Governança da Internet na Faculdade de Direito da FGV no Brasil com foco em regulamentos de acesso à Internet, proteção de dados e políticas digitais.

Carla Bonina

Professor assistente em Empreendedorismo e Inovação na Surrey Business School. Pesquisador e assessor político sobre o impacto social e econômico das tecnologias

Diego Canabarro

Gerente Sênior de Políticas Públicas na Sociedade da Internet

Rodrigo de la Parra

Vice-presidente para a América Latina e o Caribe no Escritório Regional da ICANN na América Latina e Caribe

Paul Diaz

Vice-presidente de Políticas, Registro de Interesse Público

Oscar Robles

CEO de LACNIC

Sebastian Cabello

Especialista em Política Tecnológica

Hernán Galperin

Profesor en University of Southern California

Solange Maqueo

Professor de Pesquisa na CIDE. As áreas de interesse são o direito à privacidade e a proteção de dados pessoais, e políticas públicas com efeitos redistributivos.

Judith Mariscal

Diretor do Centro Latam Digital, Professor de Pesquisa do CIDE Especialista em políticas e regulamentos de TIC.

Daniel Oppermann

Pesquisador de TI e Internet filiado à NUPRI na USP.

Organização